Blog

Como agir quando os colaboradores fazem uso indevido da internet no trabalho?

  • 19 de maio de 2017
  • por
  • 0 comentário

A internet é uma ferramenta indispensável na vida moderna, sobretudo para as empresas, que por meio dela otimizam seu trabalho e conquistam novos clientes. Porém, uma questão que vem sendo muito debatida no ambiente corporativo é a quantidade de tempo gasto pelos funcionários com o uso indevido da internet no trabalho.

Acesso a redes sociais, sites impróprios, notícias e outros conteúdos que não têm relação alguma com o trabalho roubam o tempo que o funcionário tem para produzir suas tarefas com qualidade. Se existe esse cenário na sua empresa, saiba que seu caso não é isolado. Mas o que fazer para reduzir os acessos indevidos à internet pelos funcionários na hora do trabalho? Acompanhe as sugestões que você poderá adotar na sua empresa.

Controle o acesso à internet

É possível, por meio de softwares, bloquear conteúdos indesejados que os funcionários poderiam acessar. Porém, a empresa precisa primeiro definir que tipo de material pretende bloquear – redes sociais? Sites impróprios? Páginas que oferecem conteúdo que destoa completamente do ramo profissional do negócio?

Usar o bom senso na hora de decidir é muito importante. Em algumas empresas retira-se o bloqueio a sites em determinadas horas do dia para que os funcionários tenham um pouco de descontração, o que os ajuda a serem mais produtivos.

Algumas organizações preferem não controlar o acesso dos funcionários à internet, e nesse caso a empresa tem a obrigação de respeitar a privacidade deles. No entanto, para tentar reduzir o tempo que os colaboradores irão gastar navegando desnecessariamente na web, é possível adotar estratégias de recompensa pela produção de trabalho, e a gratificação pode ser um dinheiro extra no salário ou prêmios. Essa é uma ideia que motiva toda a empresa a focar nas tarefas.

Eduque a sua equipe sobre o uso indevido da internet no trabalho

Por mais desafiador que seja, o primeiro passo é fazer uma campanha de educação sobre o uso da internet no ambiente de trabalho. Agendar palestras e desenvolver material informativo sobre o tema vão direcionar seus esforços nessa campanha educativa. A pauta desse material deve focar nas consequências que o mau uso da internet traz à carreira do funcionário, como a queda na produtividade e a estagnação da carreira.

Outro assunto que pode ser abordado são as regras da empresa quanto ao uso da internet e as punições decorrentes do desrespeito dessas normas, como demissão por justa causa. Fale também sobre as medidas que a empresa está tomando para fiscalizar o cumprimento dessas diretrizes.

A partir dessa campanha de educação, as regras adotadas devem estar bem claras, sendo, inclusive, redigidas nos contratos individuais de trabalho, para que todo funcionário novo tenha conhecimento delas

Outra opção é o monitoramento virtual do que o funcionário faz no computador durante as horas de trabalho. Nesse caso, a empresa precisa contar com um bom suporte de TI.

Escolha uma boa estrutura de monitoramento

Existe uma infinidade de softwares disponíveis no mercado para monitoramento e bloqueio do tráfego virtual. Escolher um apropriado às necessidades da empresa pode ser um desafio. É nessa hora que os donos de pequenas e médias empresas repensam sua estratégia de TI. Algumas empresas têm uma equipe de TI, mas carecem de profissionais dedicados, enquanto outras cometem o erro de não investir em um setor de TI e não conseguem dar conta das demandas que surgem nessa área.

Terceirizar o setor de TI é uma tendência que vem crescendo entre as pequenas e médias empresas devido aos benefícios trazidos pelo excelente suporte que boas empresas de TI dão ao negócio, cuidando de todo o patrimônio virtual da empresa, o que inclui a manutenção eficiente de todo o sistema.

Você pretende aplicar alguma dessas estratégias para lidar com o uso indevido da internet no trabalho na sua empresa? Assine a nossa newsletter que manteremos você sempre bem informado.