Segurança da Informação como estratégia competitiva

Um dos atributos mais importantes hoje em dia para as empresas, principalmente porque muito tem se falado de espionagem internacional

Desde que o Ministério da Educação (MEC) cancelou, em 2009, a prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) às vésperas da aplicação depois de uma denúncia de que a prova teria vazado, sempre surge este boato. É claro que este ano não poderia ser diferente. Supostas imagens das capas das provas azul e rosa circularam nas redes sociais e foram compartilhadas por estudantes. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) negou. As provas acontecem neste final de semana, dias 24 e 25 de outubro.

Seja uma organização pública ou privada, todas estão vulneráveis a passar por uma situação como esta, de terem suas informações sigilosas e/ou estratégicas vazadas. A Segurança da Informação é um dos atributos mais importantes hoje em dia, principalmente porque muito tem se falado de espionagem internacional.

Constantemente, diversas empresas reportam ciberataques e perdas de dados que podem, dependendo do teor do conteúdo, provocar a falência do negócio ou um grande prejuízo financeiro ou de imagem. Aumentar a vigilância e reduzir a vulnerabilidade é o primeiro passo que toda organização precisa dar. O gestor também tem um papel fundamental. Ele precisa entender que a Segurança da Informação é uma ação estratégica e que vai ajudá-lo a vencer.

Aja prontamente

Cada solução de segurança atende a um propósito específico. Assim que a falha de segurança for diagnosticada, seja em alguma ferramenta tecnológica ou de responsabilidade humana, é necessário adotar rapidamente uma estratégia a fim de que os impactos negativos sejam diminuídos. A dica é implantar um novo modelo de negócio que amplie a vigilância e o monitoramento dos dados, em tempo real e por 24 horas.

Vale ressaltar que, para qualquer programa de Segurança da Informação ser bem-sucedido é preciso escolher as ferramentas corretas, conscientizar e capacitar as equipes de trabalho e adotar uma política interna de segurança. Lembre-se: tecnologia e pessoas precisam caminhar juntas. Afinal, de nada adianta ter a ferramenta “perfeita” se os colaboradores não estiverem alinhados e aliançados a esta causa.

Pesquisa

Newsletter

Receba dicas de segurança e as últimas novidades em tecnologia diretamente na sua caixa de entrada: inscreva-se na newsletter do Help Digital hoje mesmo!

Outras postagens

Explore nosso blog repleto de conhecimento e descubra artigos envolventes sobre segurança cibernética, tendências tecnológicas e muito mais para aprimorar sua jornada digital!